Busca  
 
NASSAU, MAURÍCIO DE

Johann Mauritius van Nassau-Siegen, dito Maurício de Nassau, militar e administrador colonial holandês (Dillemburg, 1604 - Kleve, 1679). Governou o Brasil holandês de 1637 a 1644, como funcionário da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais.

Assim que chegou a Pernambuco, Nassau dedicou-se a conquistas militares. Em 1637, anexou o Ceará. Em 1641, conquistou Sergipe e parte do Maranhão.

Nassau dividiu o território sob controle holandês em administrações distritais e desapropriou engenhos de açúcar abandonados por seus donos. Seguidor do Calvinismo, instaurou um clima de tolerância religiosa, pondo fim à perseguição aos judeus promovida pela Igreja Católica.

Nassau, holandês que governou o Nordeste.

Nassau transformou o Recife em capital de Pernambuco e reurbanizou a cidade, que ganhou calçamento, pontes, bairros e palácios. Em 1630, o Recife tinha 200 edificações. Dez anos depois, eram mais de 2 mil.

Nassau também contribuiu para desenvolver as ciências e as artes no Brasil. Do grupo que trouxe ao país, faziam parte o médico Willem Piso, pioneiro do estudo de doenças tropicais, e pintores que registraram pela primeira vez tipos humanos e paisagens brasileiras.

Divergências com a Companhia Holandesa das Índias Ocidentais em torno de questões administrativas e financeiras fizeram com que ele pedisse demissão do cargo de administrador colonial. O pedido foi aceito. Nassau voltou à Europa em 1644..